Cartas a MV – 7

Francisco Martins Rodrigues

Carta a MV (11)

28/10/1986

Temos recebido as vossas encomendas com a “Afrique-Asie” e o “Flash”. Esperamos que a esta hora já tenham recebido a PO nº 6, de que enviámos 10 exemplares. A segunda carta de Paris, sobre os aten­tados, teve que sair na secção de comentários porque o material já es­tava paginado. Fizemos alguns cortes na outra carta, que esperemos não aches mal. E saíram finalmente os emigrantes às postas (bastante elogia­dos por alguns leitores, criticados por outros). Esperamos mais cartas de Paris e mais bonecos.

Aguardamos opiniões críticas sobre a PO 6. Não estamos muito sa­tisfeitos com o conteúdo, porque continuamos a adiar uma série de pro­blemas de fundo, por falta de tempo para estudar, discutir, elaborar.

De toda a maneira, não parece mau. Chamamos a vossa atenção para o ar­tigo de MR, bastante polémico. A capa também se tornou polémica, devido à ideia original do rectângulo branco. 0 autor (MR) assegu­ra que se vê logo que aquilo representa Portugal mas muitos pensaram que era defeito de impressão… Mandem impressões críticas e sugestões. Tencionamos dar mais qualidade à secção de comentários (nacionais e internacionais), mas as dificuldades são grandes. Venha colaboração!

Estou a trabalhar num artigo sobre os processos de Moscovo e as repressões de Staline, para o nº 7. Calculam como são grandes as mi­nhas dores de cabeça. Se conseguir aprontá-lo a tempo, enviarei cópia para aí, para darem a vossa opinião antes de ser publicado.

A “Tribuna Operária” sai dentro de dias, enviaremos alguns exem­plares. Continua em preparação activa o Encontro sindical, marcado pa­ra 22 de Novembro. Elaborámos teses que serão publicadas dentro de duas semanas.

Já mudámos para a nova sede (um assombro!) e vamos fazer no dia 8 de Novembro um lanche-convívio com camaradas e amigos. A nova máquina é excelente e cá vamos pagando as prestações ao banco, com grandes apertos mas sem nos deixarmos ir ao fundo (por enquanto). No fim do ano será nossa, embora ainda fiquemos a pagar diversos empréstimos. Consegues arran­jar-nos trabalhos?

Quanto à vida organizativa, continua assim, assim… 0 ZB já regressou e vai dar um empurrão ao trabalho sindical, que é bastante prometedor.

Isto quanto às nossas actividades. Quanto aos contactos que propu­semos que fizesses aí, temos estranhado não haver nenhuma referência tua nos bilhetes que tens mandado. Admitindo a hipótese de um extravio, mandamos junto fotocópia da nossa carta de 28 de Agosto.

O teu contacto com o amigo dos iranianos () parece-nos agora mais urgente porque vimos no último nº da “Bolshevik Message” (Setembro) que o PCI prepara um encontro de debate preparatório internacional entre grupos da ala esquerda ML. Ad­mitindo a hipótese de sermos convidados para esse encontro (citam a OCPO entre as organizações com quem estão em contacto), interessa-nos ter mais ideias acerca das posições políticas deles. Por isso uma en­trevista tua aí poderá ajudar a orientar-nos. Naturalmente, não deverias referir que estamos à espera de ser convidados para o encontro.

Na carta de 28 de Agosto que segue junto verás como pensamos que deverias orientar os contactos, tanto com esse amigo como com a “Voie Frolétarienne”. Diz-nos logo que possível alguma coisa a este respeito.

Da parte do MLP/USA temos continuado a receber os jornais: publicaram com destaque a mensagem que lhes foi enviada em nome da nossa 2ª Assembleia e iniciaram uma crítica bem argumentada e dura à política do PC Espanha (Raul Marco).

E é tudo. Ficamos a aguardar notícias e artigos e bonecos. Abraços para a R e S. Um grande abraço para ti.

 Mais livros que poderão ter interesse (tu é que podes dizer, são só su­gestões):

Les tribulations d’un idéologue, Victor Leduc, Ed. Syros, Paris, 1986

Les contraintes d’une rivalité: les superpuissances et 1’Afrique (1960-1985)

Zaki Laldi, Ed. La Découverte, Paris, 1986

Revista “Travailleurs” de Julho (Resoluções do 6º Congresso do PAC (gratuito)

Bajanov, Boris – Avec Staline dans le Kremlin

Bessedovski Grégoire – Staline, l’homme d’acier

Cederholm Boris – Au pays  du NEP et de la Cheka

Collinet Michel – Du Bolchévisme

VIII congrès du Parti Communiste Chinois

idem: vol. II

Djilas Milovan – La nouvelle classe dirigeante

Gorkin Julian – Destin du XX siècle

Histoire du PC Français (Manuel)

Histoire de la révolution russe

Hou Kiao-Mou – Trente ans du PC Chinois

Laporte Maurice – Les mystères du Kremlin

Laurat Lucien – Du Komintern au Kominform

Lewis O. – Trois femmes chez la révolution cubaine

Monzie A. de – Petit Manuel de la Russie nouvelle

Gautherot Gustave – Le bolchevisme en Afrique

Rosenthal Gerard – Avocat de Trotski

Rossi A – Deux ans d’alliance germano-soviétique

Schreiber Emile – Comment on vit en URSS

Smith Andrew – J’ai été  ouvrier en URSS

Valter Gerard – Histoire du PC français

Medveded Roy – Le stalinisme. Origines, histoire, conséquences, Ed. Seuil, 1971 Voslensky H. – La Nomenklatura, Les privilegiés en URSS

Castoriadis – La societé bureaucratique. I – Les rapports de production en Russie. Coll. 10/18, 1973

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s