Cartas a AS

Francisco Martins Rodrigues

Carta a AS (1)

25/5/1991

Caro Camarada:

(…)

Estamos a preparar já o nº 31, a sair nos primeiros dias de Outubro. Escusado será di­zer que se tiver algum tema que ache interessante pode escrever-nos e, uma vez apreciado pela redacção, pode ser publicado como correspondência ou de outra forma, com ou sem o seu nome, como lhe convier melhor. Também quaisquer dados ou informação ue possamos incluir em artigos da redacção, etc.

O nosso desejo é tornar a revista mais viva e mais concreta nas suas denúncias deste totalitarismo capitalista que se faz passar por cordeiro democrata. Saudações

Carta a AS (2)

6/12/1993

Caríssimo Camarada:

Por esta altura já deve ter recebido o n® 41 da nossa revista que lhe tinha faltado e que enviámos assim que recebemos a sua queixa. Não sabemos a que se deveu a falta porque a expedição foi à volta de 10 de Outubro e, como sempre, verificamos pelo ficheiro para que não falhe nenhum assinante em dia. Deve ter-se extraviado. Agora vamos expedir o nº 42, talvez no fim de semana.

Estamos a fazer o possível por que não se verifique o seu receio de irmos a pique por dificuldades financeiras. E verdade que as dificuldades existem desde o primeiro dia que começámos, mas mantemos uma equipa que põe muito do seu trabalho para poupar ao máximo as despesas. Só graças a isso nos temos aguentado sem nos encostarmos a apoios partidários que nos retirariam independência.

É claro que não temos nada contra os partidos em si e gostaríamos muito se houvesse um partido a que nos pudéssemos ligar, mas não dos que por aí se dizem de esquerda, todos tão instalados no sistema que já têm medo que ele venha abaixo. Não temos dúvida de que uma revolução socialista surgirá, mais tarde ou mais cedo, em qualquer parte do mundo. A burguesia deita foguetes com o descrédito do marxismo mas tem vistas curtas. Nem repara que é ela própria que deita as sementes da revolução todos os dias e vai cavando alegremente a sua sepultura. Agora se isso será nos nossos dias é que é mais difícil de dizer.

Esperamos que a revista continue a merecer o seu interesse. Ficamos como sempre abertos a informações ou colaborações que nos queira mandar. Aceite o nosso abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s